28 de outubro de 2009

O mais antigo do mundo

Fundado a 28 de novembro de 1862, o Notts County Football Club, ou simplesmente Notts County, é o clube mais antigo do mundo a disputar uma competição. Sediado na cidade de Notthingham, o clube joga atualmente na quarta divisão do futebol inglês e luta para voltar à elite.

Sua participação em torneios se iniciou em 1877, quando entrou em campo pela Taça da Inglaterra. Por essa competição, chegou às semifinais em 1883 e 1884. Se destacando como uma das mais fortes equipes da Inglaterra, o Notts foi um dos doze fundadores da Football League em 1888, 26 anos após sua criação. A primeira temporada não foi nada feliz: 11° colocação em um competição que envolvia apenas 12 equipes.

Já na temporada 1890/91, chegaram à final, com grande elenco. O time formado na temporada 1890/91 foi o responsável pela maior glória dos Magpies: a conquista do primeiro e mais significativo título, a FA Cup. Na disputa final, em 1894, bateu o Bolton por 4 a 1 em partida realizada no Goodison Park, diante de 37000 pessoas.

A partir daí, o clube viveu um período de rebaixamentos e promoções a diferentes divisões do futebol inglês, que já havia se consolidado e contava cada vez com maior número de equipes e competições. Até a Segunda Grande Guerra, houve apenas dois fatos marcantes para os Magpies. A mudança de casa em 1910, quando deixaram o Park Hollow, nos terrenos do Castelo de Nottingham e passaram o jogar no modesto Meadow Lane; e a liderança do Campeonato Inglês por algumas rodadas na temporada de 1925/26.

Rebaixado em 1926, o Notts County amargaria meio século nas divisões inferiores do futebol da terra da rainha. Entre 1940 e 1941, suas atividades foram suspensas, pois seu estádio, onde treinavam e jogavam, foi atingido por bombardeios durante o conflito mundial.

A "época de ouro" do clube veio apenas após o fim da Segunda Guerra Mundial. O clube anunciou a contratação de um dos grandes nomes da época, Tommy Lawton, que veio do Chelsea por quantia recorde. A chegada do craque levou 10000 pessoas ao estádio, colocando o clube de volta ao cenário do futebol com destaque. Uma temporada com média de 35000 pessoas no estádio fez os Magpies conquistarem a Terceira Divisão e voltarem a disputar (pela última vez) um campeonato de nível superior ao que jogava seu maior rival, o Notthingham Forest.



À beira da ruína nos anos 60, a diretoria confiou o sucesso do clube ao escocês Jimmy Sirrel, que levou o time à conquista da Quarta Divisão de forma invicta na temporada 1970/71. Em pouco mais de uma década no controle da equipe, Sirrel levou o Notts de volta à Primeira Divisão em 81, escrevendo seu nome para sempre na história do clube. Após boa vitória sobre o então atual campeão Aston Villa, a equipe não mostrou forças e foi novamente rebaixada, fato que ocorreu nas duas temporadas seguintes, levando o clube novamente a séries inferiores.

Outro nome que também conseguiu levar o clube de volta à elite foi Neil Warnock. Sua passagem resultou no hino do clube, a canção Weelbarrrow, em partida frente ao Manchester City, em Wembley, vencida por 1 a 0. Na temporada em questão, a de 1990/91, os Magpies chegaram às quartas-de-final da Copa da Inglaterra e foram derroatados apenas pelo campeão Tottenham.

A última aparição na divisão principal do futebol inglês foi na temporada 1991/92, a última antes da criação da Premier League. Desde então, o clube transita, mais um vez em sua história, entre os diferentes níveis inferiores.

Atualmente, a equipe se encontra na Quarta Divisão e busca voltar às manchetes do futebol mundial. Para a atual temporada, contrataram o bom e jovem goleiro Kasper Schmeichel (ex-Manchester City e filho do lendário Peter Schmeichel) e o experiente zagueiro Sol Campbell. O acerto com Campbell, entretanto, não deu muito resultado, já que ele já pediu a rescisão do contrato, fato que teve repercussão na mídia inglesa nos últimos dias, pois não se sabe a causa exata do rompimento.

Administrativamente, o homem a reger a recuperação do clube é o sueco Sven-Goran Eriksson, ex-treinador da seleção inglesa (como bem lembra Lucas Imbroinise, do blog Diário Esportivo Golaço). Recentemente, Eriksson tentou articular a contratação do treinador italiano Roberto Mancini.

Apesar de não ser um dos grandes nomes do futebol inglês, o Notts County, por sua longa história, possui uma enorme simpatia em solo britânico. O clube mais antigo do mundo e que influenciou a fundação da Juventus, da Itália, não poderia deixar de ter seu espaço aqui.


2 comentários:

Diário dos Esportes Golaço disse...

O Notts County ainda contará nesta época com um reforço de peso no banco de reservas. E que reforço! Trata-se de nada mais, nada menos, do que Sven Goran-Eriksson, o sueco que se notabilizou por comandar a seleção inglesa nos últimos tempos.

A temporada pormete para o clube mais antigo do mundo.

Abraços, http://diarioesportivogolaco.blogspot.com

Daniel Leite disse...

Na realidade, o Eriksson foi recentemente contratado como diretor de futebol do Notts County. Mas é um importante adendo ao artigo, que acabamos de fazer. O sueco é o homem a conduzir, administrativamente, o retorno do Notts a divisões superiores.

Abraço!

*Obrigado pela lembrança.